Workshop sobre Educação, Refúgio e Imigração – Território que nos habitam

Postado em 24 de novembro de 2017

Educação em situação de Refúgio e Imigração será tema de workshop que acontecerá dia 30/11, na EACH.

 

      No dia 30 de novembro, a Escola de Artes, Ciências e Humanidades sediará o workshop sobre Educação, Refúgio e Imigração. O evento gratuito faz parte do projeto “Territórios que nos habitam”, realizado pelo Observatório Interdisciplinar de Políticas Públicas em parceria com a Panoá, conjuntamente com o projeto Cidadãos do Mundo, da ONG IKMR.

      O workshop será o terceiro de uma série de 4 encontros de capacitação sobre a realidade da educação pública brasileira para crianças e adolescentes em situação de refúgio e imigração. Neste encontro o tema será “Didáticas educativas e lúdicas para as práticas escolares com imigrantes e refugiados”.

      Os encontros de capacitação são a primeira etapa do projeto “Territórios que nos Habitam”, projeto de extensão do professor José Renato de Campos Araújo, que é realizado pelo OIPP, através da parceria com a Panoá, ONG articulada por ex-alunos da USP Leste em 2010, com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento humano e local de onde atua, e que atualmente é incubada no Observatório Interdisciplinar de Políticas Públicas.  

      O projeto tem como seu principal objetivo trabalhar em prol da real inserção social e pela integração dos refugiados e imigrantes presentes no território do Jardim São Francisco e do Jardim Piratininga, distrito do Cangaíba, e entorno do campus da USP Leste. Para isto, no próximo semestre, o projeto realizará oficinas pedagógicas de arte e cultura para refugiados, imigrantes matriculados na Escola Estadual Anne Frank, onde a Panoá atende cerca de 90 crianças e adolescentes por meio de suas oficinas culturais e esportivas, todos os sábados.

     O propósito dessa capacitação é discutir a realidade enfrentada por crianças e adolescentes refugiados e imigrantes que frequentam o sistema de ensino brasileiro, além de contribuir com professores e educadores em suas práticas de ensino. Como os professores são peça chave nesse assunto, os 2 primeiros encontros aconteceram dentro da Escola Estadual Anne Frank, parceira da Panoá, com alguns de  seus docentes.

     Vale ressaltar que os encontros são uma oportunidade de aprender sobre o tema, conhecer mais sobre seus países de origem, sobre as diferenças culturais existentes, as dificuldades enfrentadas por esses alunos e suas famílias, que vão desde a falta do conhecimento do idioma ao preconceito velado, contribuindo, assim, para a ampliação da empatia com esse público, bem como para realçar a importância de uma ação mais efetiva. Além disso, trabalhar a questão prática de ensino em sala de aula dá ferramentas para os professores somarem em suas aulas.

 

QuandoDia 30 de novembro de 2017, das 17h às 19h

OndeAnfiteatro 1 da Escola de Artes e Ciências Humanas (EACH) 

Preço: Gratuito.

Organização: Associação Panoá e Observatório Interdisciplinar de Políticas Públicas – OIPP

Como chegar: 

DE TREM: Estação USP Leste [pegar o trem na Estação Brás sentido Calmon Viana – linha 12 da CPTM – cerca de 30 minutos de viagem].
DE CARRO: Km 17 da Rodovia Ayrton Senna no sentido do Aeroporto de Cumbica/Guarulhos.

 Fotos do 2º Encontro de capacitação, com os professores da Escola Estadual Anne Frank

2° Encontro de capacitação com os professores da Escola Estadual Anne Frank_2

2° Encontro de capacitação com os professores da Escola Estadual Anne Frank

 

 

Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pagePin on PinterestShare on Tumblr