Ex-aluna da EACH conclui na Austrália mestrado em turismo

Postado em 31 de julho de 2017

A ex-aluna do curso de Lazer e Turismo da EACH, Natália Bellucci, concluiu neste mês o mestrado de Liderança em Turismo na The University of Queensland, em Brisbane, Austrália. Após um ano e meio de trabalho acadêmico, ela se formou com high distinction (grande distinção) com seu projeto abordando a área de turismo em favelas.

“Achei fundamental utilizar a oportunidade para voltar o olhar de meus colegas na Austrália sobre as favelas do Brasil e como elas se organizam em relação ao turismo, quais impactos ou benefícios seus moradores associam a ele e suas aspirações para o futuro”, explica ela, que moderou a distância um grupo de foco com moradores das favelas de Paraisópolis, Jardim Nakamura e Heliópolis.

Formada em 2015 pela EACH, Natália decidiu fazer um curso fora do país após passar um semestre na University of Northern Iowa, Estados Unidos. Ela obteve essa oportunidade quando conseguiu uma bolsa de Mérito Acadêmico da USP. “A experiência foi tão marcante e enriquecedora que voltei para o Brasil com a ideia de voltar a estudar no exterior, mas desta vez por um período mais longo.”

Após pesquisar sobre diversas instituições de ensino e cursos acadêmicos, ela optou por se candidatar ao mestrado na Queensland e também a uma bolsa integral de estudos oferecida a estudantes latino-americanos, a Latin America-Australia Tourism Excellence Scholarship, na qual também foi aprovada.

“Prestes a retornar ao Brasil, hoje percebo o quanto a EACH foi fundamental para meu crescimento pessoal e acadêmico”, analisa a ex-aluna. “Vejo pela trajetória de colegas que se formaram comigo e que hoje também estão envolvidos em projetos de mestrado ou em outras iniciativas inovadoras da nossa área. Todos os trabalhos, provas, viagens de campo, debates e tantas outras atividades da graduação foram muito mais importantes do que talvez tenhamos percebido na época.”

Para o futuro, Natália Bellucci planeja fazer doutorado em Sociologia na California Institute of Technology e continuar desenvolvendo suas pesquisas sobre as relações de poder e construção de identidade através do turismo em áreas consideradas periféricas, não só no Brasil, mas também em outras partes do mundo.

Natália e o professor Ricardo Uvinha durante apresentação de alunos intercambistas da USP

 

 

Fotos: Arquivo pessoal

Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pagePin on PinterestShare on Tumblr