Pós-Doutorado

De acordo com a Resolução CoPq n. 7406, de 03 de outubro de 2017 (Alterada pela Resolução CoPq n. 7660, de 22 de maio de 2019):

“O Pós-Doutorado na USP é um programa realizado nas Unidades, Órgãos de Integração e Órgãos Complementares por portadores de título de doutor com o objetivo de melhorar o nível de excelência científica da Universidade. A inscrição no Programa deve ser feita na Comissão de Pesquisa da Unidade em que o trabalho será desenvolvido”.

“Artigo 2º – O candidato ao Programa deve possuir título de Doutor de qualquer instituição, nacional ou estrangeira.”

Mais detalhes sobre o Programa e a resolução completa estão disponíveis em:

RESOLUÇÃO CoPq Nº 7406, DE 03 DE OUTUBRO DE 2017

RESOLUÇÃO CoPq Nº 7660, DE 22 DE MAIO DE 2019

 

Guia para o Programa de Pós-Doutorado da USP

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________

1 – ORIENTAÇÕES INSCRIÇÃO PÓS-DOUTORADO NA EACH/USP

Segue ofício com orientações sobre o novo sistema de cadastro de Pós-Doutorandos: Of Circ_005_2018 para Comissoes de Pesquisa

a) Para o caso do pesquisador que é candidato a uma bolsa de Pós-Doc, como por exemplo: Bolsa de Pós-Doc Fapesp, bolsas cujo status seja equivalente ao de um Pós-Doc (esse é o caso das Bolsas Jovem Pesquisador Fapesp (JP-Fapesp), Pesquisador Visitante Fapesp ou CNPq, PRODOC da CAPES, Programa PNPD/CAPES, Programa PROFIX/MCT):
i) O Pesquisador e seu Projeto devem ser aceitos por um Docente Supervisor na EACH (cabe ao Pesquisador buscar este Supervisor). O Docente Supervisor também será responsável por encaminhar/tramitar os documentos que eventualmente necessitam da assinatura do Diretor.
ii) O Supervisor e/ou o Pesquisador deverá solicitar esta Bolsa à Agência de Fomento, e, em sendo necessária a assinatura do Diretor da EACH, os documentos deverão passar antes por esta Secretaria da CPq.
iii) Caso o Pesquisador seja contemplado com uma Bolsa, deverá nos entregar o Termo de Outorga correspondente, e será efetivamente cadastrado no Programa de Pós-Doc da Unidade. Possuirá autonomia para cumprir as exigências e obrigações que o Programa de Pós-Doc pressupõe. Terá direito ao Certificado de Pós-Doc ao final do Programa, desde que cumpra as exigências que o Programa de Pós-Doc prevê, dentre as quais a entrega de um Relatório Final (veja mais no ítem “E”).

b) Para o caso do pesquisador que pretende realizar o Pós-Doc sem bolsa, ele deverá:
i) O Pesquisador e seu Projeto devem ser aceitos por um Docente Supervisor na EACH (cabe ao Pesquisador buscar este Supervisor). O Docente Supervisor também será responsável por encaminhar/tramitar os documentos que eventualmente necessitam da assinatura do Diretor.
ii) Candidatar-se ao Programa de Pós-Doc da Unidade e submeter todos os documentos necessários em pdf para o email pesquisa@usp.br.

Além dos documentos obrigatórios, o pesquisador deve encaminhar ao e-mail pesquisa o formulário 7 Termo de Compromisso de Pós-Doutorado – Sem bolsa devidamente preenchido e assinado, no formato PDF.

iii) O projeto deve ser aprovado por um parecerista definido pela CPq.
iv) Após a etapa “iii”, o Pesquisador será efetivamente cadastrado no Programa de Pós-Doc da Unidade. Possuirá autonomia para cumprir as exigências e obrigações que o Programa de Pós-Doc pressupõe. Terá direito ao Certificado de Pós-Doc ao final do Programa, desde que cumpra as exigências que o Programa de Pós-Doc prevê, dentre as quais a entrega de um Relatório Final (veja mais no ítem “E”).

c) O cadastro no Programa de Pós-Doc de uma Unidade da USP, além de vinculá-lo formalmente à Universidade, também irá lhe permitir acesso a determinadas vantagens como:
Serviços de Saúde da Universidade, Acesso a Bibliotecas e Recursos Computacionais, Acesso ao Centro Poliesportivo.

d) Toda e qualquer situação excepcional ou não prevista, será tratada pela Comissão de Pesquisa da Unidade, i.e., a CPq da EACH.

e) Mais informações sobre o Pós-Doc na USP estão disponíveis no link abaixo (particularmente, as Resoluções 6016 e 5868):
http://www.prp.usp.br/programas/posdoc

 

Verifique nos links a seguir os arquivos e documentos obrigatórios que devem ser providenciados para inscrever-se no Programa:

0 Outros Docs Para Providenciar

1 Formulario de Cadastro no Pos Doc

2 Declaração sobre Autorizações Exigidas por Lei

3 Reconhecimento de Direitos de Propriedade Intelectual

4 Descrição da Infra-Estrutura Institucional Necessária

5 Termo de Compromisso e de Modalidade do Pos-Doutorado

6 Termo de Ciencia Firmado Pela Instituicao Empregadora do Candidato

2 – ETAPA ANÁLISE DE DOCUMENTOS E AVALIAÇÃO PROJETO (Pós- doutorado sem bolsa)

a) A Secretaria da Comissão de Pesquisa recebe a documentação listada acima por email;

b) A mesma é verificada e encaminhada para um parecerista, indicado pela Comissão de Pesquisa, analisar o projeto sem fomento;

c) O prazo estimado da emissão do parecer é de 30 dias;

d) Após o recebimento do parecer, a documentação do pós-doutorado é inserida no Sistema Atena pela Secretaria da CPq;

e) Com a finalização do cadastro, supervisor e pós-doc são informados via e-mail e o projeto ativado no Sistema Atena;

f ) O cartão USP é solicitado, através da Pró- Reitoria de Pesquisa, e a previsão de emissão deste é de aproximadamente 10 dias.

Obs. Pós-doc com bolsa: a documentação é enviada para CPq por email e cadastrada automaticamente pela Secretaria da Comissão de Pesquisa, uma vez que não há necessidade de solicitar um parecerista, pois recebemos o termo de outorga aprovando a bolsa com o restante dos documentos.

3 – CONCLUSÃO PÓS-DOUTORADO

a) O prazo máximo para conclusão do pós-doutorado é o estabelecido no Plano de Trabalho, prorrogável desde que a justificativa seja aprovada pela Comissão de Pesquisa;

§ 1º – A prorrogação deverá ser solicitada via sistema Atena pelo supervisor até 40 dias antes da data final de vigência. A CPq encaminha para um parecerista e se o parecer for favorável, solicita um novo Cartão USP.

§ 2º – O período máximo de vinculação do pós-doutorando com o mesmo Plano de Trabalho é de 5 anos.

b) O relatório final deverá ser inserido no Sistema Atena pelo supervisor até, no máximo, 60 dias após a data final de vigência, não há modelo específico para elaboração do mesmo, mas há necessidade de introdução, desenvolvimento, conclusão e referências bibliográficas em aproximadamente 20 páginas. O arquivo deve estar em formato PDF, com tamanho máximo de 2 MB. Caso não seja entregue dentro desse prazo, o pós-doutorado será encerrado e o atestado não será emitido;

c) Ao final do programa de pesquisa, após aprovação do relatório final realizada por parecerista indicado pela Comissão de Pesquisa da Unidade, a USP expedirá Certificado de Conclusão do Pós-Doc.

 


Resultado de imagem para sinal atenção IMPORTANTE

Não esqueçam de atualizar o Currículo Lattes sempre que houver novas pesquisas e pós-docs em andamento.

A formalização na Secretaria da CPq também é de extrema importância para validação das informações.


Como providenciar seu Email USP e o Acesso a Rede WiFi

a) Favor seguir as orientações da página: https://servicos.sti.usp.br/email/

b) Criação de conta pessoal USP: https://id.usp.br

c) Pós-doutorandos podem solicitar o Cartão BUSP, porém não conseguem solicitar carteirinha escolar.


Projetos em andamento

Pós-doutorandoTítulo Projeto
Adriana Yumi Sato DuarteValidação de um modelo de diagnóstico tecnológico-ambiental na Cadeia Têxtil e de Confecção
Adriane Figueirola Buarque de HolandaImpacto da Inteligência Artificial nas eleições de 2018: análise das campanhas dos candidatos João Dória (PSDB) e Márcio França (PSB) para o Governo no Estado de São Paulo
Alethea Gomes Nardini Barros
Uso da abundância motora na inicialização da marcha em condições de incerteza
Ana Luisa Howard de CastilhoAlternativas extraoficiais de ação, promoção, e divulgação do Patrimônio Industrial no Brasil
Ana Maria CanzonieriAvaliação Neuropsicológica em pacientes com esclerose múltipla e sua relação com o desempenho em tarefas virtuais
Anderson Rafael Barros do NascimentoQuem governa a política social nos pequenos e médios municípios?
Angela Maria Scalabrin CoutinhoPOLÍTICAS NACIONAIS E SUBNACIONAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL: O CASO DAS CRECHES EM METRÓPOLES BRASILEIRAS
Annie Alexandra Ceron SanchezSíntese de fibras e biofilmes híbridos funcionais de quitosana e poli(3-hidroxibutirato) com imobilização de bromelina visando potencial uso em aplicações médicas
Dalton Lustosa de OliveiraBusca visual de batedores e goleiros de futebol durante o pênalti: uma revisão sistemática
Fábio Rodrigo Ferreira GomesTempo de reação e busca visual em caratecas
Felipe MujicaExperiência do usuário sob a ótica das aeromobilidades: um estudo sobre aeroportos brasileiros
Fernanda BettaninUso de métodos de simulação computacional para geração de descritores empregados em modelos de regressão QSAR visando o desenvolvimento de candidatos a fármacos
Flavia Mendes de Almeida CollaçoCenários de captura de carbono para o estado de São Paulo através de modelagem integrada
Heloisa Nazare dos SantosFerramentas para multiplicadores em Design de Moda: Estudos de Casos na Região Metropolitana de Belo Horizonte
Katia Regina PoncianoBusca Visual e desempenho de Juízes de nado artístico
Lívia Bueloni GonçalvesProust, Beckett e Coetzee: Construções ficcionais em confronto
Lívia Morais Garcia LimaEducação não formal e os movimentos culturais no espaço urbano: o caso do distrito de Barão Geraldo, em Campinas/SP
Luciana DadicoLeitura de livros e publicações científicas: transformações da esfera pública no Brasil
Márcio Fagundes GoethelEfeito da fadiga de músculos abdutores do quadril na estabilidade corporal dinâmica, senso de posição do joelho e momentos articulares do quadril, joelho e tornozelo de mulheres jovens no desempenho de diferentes tarefas.
Patricia Carignano TorresPobreza e uso de recursos naturais na Amazônia e Mata Atlântica: importância da caça, suas implicações para conservação de espécies e os impactos das transferências condicionadas de renda
Renata Ferreira dos SantosAspectos resilientes em bailarinos talentosos
Ricardo Fernandes PátaroMetodologias ativas e formação ética no contexto do novo paradigma tecnológico: experiências de docentes da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR
Seimor WalchhutterFatores Determinantes da Inovação e Sustentabilidade para Mercados Emergentes: Um Estudo Multicasos
Silvia Regina Stuchi CruzInovação em Serviços de Mobilidade Urbana: A integração da mobilidade a pé com o transporte público coletivo e não motorizado na cidade de São Paulo
Tiago FaloticoVariação cultural em macacos-prego
Valéria Ferraz SeveriniCidades Paulistas, Cidades Hospitaleiras? Uma análise dos Planos Diretores das cidades turísticas do Estado São Paulo sob a perspectiva da hospitalidade urbana
Vitor de Salles PainelliInfluência do consumo habitual de cafeína sobre o desempenho e respostas psicológicas em exercício de força em resposta à suplementação de cafeína